top of page

VOCÊ FAZ POSIÇÕES VICIADAS OU GESTOS OBSCENOS AO FALAR EM PÚBLICO?


Hoje, vou trazer algumas considerações sobre posições viciadas das mãos e gestos obscenos que você pode estar fazendo sem saber que faz, isto é, faz de forma inconsciente quando fala em público!


Parece até que eu baixei o nível da conversa, mas não! O uso de posições viciadas ou obscenas acontece com muitas pessoas, até com pessoas de alto nível intelectual! Você quer ver alguns exemplos disso?


Imagine que você esteja procurando a colaboração de sua equipe de trabalho em um importante projeto em sua empresa, e fala nos seguintes termos: “Olá pessoal! Nossa empresa precisa vencer um grande desafio e eu sei que posso contar com o compromisso de vocês, a garra e o espírito de equipe. Vocês podem me dar essa colaboração importante?” Ao dizer as duas últimas palavras você faz simultaneamente o gesto de unir os dedos polegar e indicador em formato de círculo, reproduzindo um gesto obsceno.


Outro exemplo. Vamos supor que hoje é o Dia Internacional das Mulheres e você foi convidado para tecer algumas palavras em homenagem ao referido dia, iniciando da seguinte forma: “Bom dia! Hoje, nós comemoramos uma data especial, uma data extraordinária, em homenagem a pessoas extraordinárias! Estas pessoas que assumem papeis de relevância em nossas vidas, como mãe, esposa, irmã, sogra, enfim, como mulheres! A elas, queremos hoje, retribuir nossa imensa gratidão e nosso profundo respeito pelo grande amor que nos dão, incansavelmente, a cada dia!” A partir da palavra amor você faz aquele gesto obsceno que se assemelha ao órgão genital feminino.


Você percebeu que a posição das mãos contextualizada com o que se fala pode suscitar situações constrangedoras em público! Como você pode se sair bem nessas situações?


Primeiramente, sempre priorize a naturalidade ao falar em público. Porém, observe sempre como suas mãos se comportam nessas circunstâncias. Mantenha o hábito de verificar se você faz sempre a mesma posição enquanto fala. Se faz de forma reiterada, você está diante de um vício que precisa ser combatido!


Por exemplo, a posição da “aranha no espelho” (gesto em que você une as pontas dos dedos de cada mão com os respectivos da outra) ou a posição da “freira” (gesto que une as mãos como se estivesse em atitude de oração), quando feitas de forma exaustiva durante a apresentação, podem ser viciadas.


Assim, procure posicionar suas mãos evitando posições viciadas ou obscenas, como as citadas anteriormente. Uma dica essencial é gravar seus ensaios e até mesmo suas apresentações em público. Agindo dessa forma, você constatará como suas mãos se comportam diante das pessoas.


A partir dessa verificação, você poderá adotar posições mais coerentes com a sua mensagem e estar mais consciente do que suas mãos fazem durante as apresentações em público. Se você percebeu alguns vícios, procure gesticular com as mãos de maneira a evitá-los, variando a posição das mãos, inicialmente de maneira consciente.


Por outro lado, se você constatou posições obscenas, uma ótima maneira de evitar, também de modo consciente, é criar o hábito de deixar os dedos das mãos entreabertos, procurando variar a gesticulação com as mãos. Ora com uma, ora com a outra, ora com ambas, primando sempre pela maior naturalidade possível. A repetição consistente da maneira de posicionar as mãos fará com que você, com o passar do tempo, torne-a automática e, consequentemente, natural.


Grande abraço e fique sempre com Deus!

Comments


bottom of page